Mês: agosto 2017

    Massagem Shantala

    Massagem Shantala: muito além do toque

    A Massagem Shantala, trazida para o ocidente pelo médico francês Fréderick Laboyer, é uma técnica indiana onde as mães massageiam seus filhos, de forma rítmica, suave e com movimentos específicos. Hoje, a Shantala é uma técnica de massagem que, comprovadamente, reforça os laços afetivos entre pais e filhos.

    Voluntariado: ei, você já doou um sapatinho hoje?

    Essa semana, comemoramos uma data muito especial: 28 de agosto foi o Dia Nacional do Voluntário. A Pimpolho parabeniza e se orgulha muito de quem tira um pouquinho do seu tempo para se dedicar a quem precisa sem cobrar nada em troca, e queremos sempre compartilhar essas histórias para inspirar outras pessoas a realizarem o voluntariado!

    Limites não adoecem nossos filhos

    Até que ponto ceder a todas as vontades de uma criança é saudável? É possível que eles adoeçam pela frustração de ouvirem um "não" de seus familiares, educadores ou de um estranho?

    Boas práticas na visita ao recém-nascido

    Boas práticas na visita ao recém-nascido

    A ansiedade de ver de perto a chegada de um novo membro na família é muito comum. Porém, algumas curiosidades como descobrir se o recém-nascido é a cara do pai, da mãe ou dos avós, às vezes podem esperar um pouco mais.

    A superproteção protege?

    A superproteção protege?

    Será que a superproteção realmente protege os filhos? Existem muitos detalhes a serem analisados, e é sobre isso que falaremos aqui.

    Higienização: oito dicas para proteger o pé do seu filho

    Higienização: oito dicas para proteger o pé do seu filho

    Falamos anteriormente aqui no blog sobre o cuidado na hora de encontrar o tamanho ideal de sapatinho para nossos pimpolhos e evitar que o calçado machuque os pezinhos deles. Agora, vamos falar de outro cuidado que é tão ou mais importante do que esse: a higienização dos pés.

    Introdução alimentar: como deve ser?

    Introdução alimentar: como deve ser?

    De acordo com a Organização Mundial da Saúde, sabemos que o sucesso da alimentação complementar depende não só do que é servido. O "como, quando, onde e por quem é servido" também é importante.