Se tem uma coisa que toda futura mamãe sabe é que seu bebê vai ter cólicas. A intensidade e os desafios que essa dorzinha vai trazer é que são imprevisíveis. Cada bebê reage de uma forma, então, tem família que passa muito bem por esse período, tem outras que se “viram nos 30” para conseguir dar mais conforto para o filho.

E como as cólicas e os gases são muito comuns nos três primeiros meses de vida, não precisa se desesperar, porque essa fase vai passar. Preparamos uma lista com explicações e algumas dicas de como lidar com esse momento e como ajudar a aliviar a dorzinha que os pequenos estão sentindo:

1 – Os sinais de cólica normalmente aparecem após a segunda semana de vida do bebê. Ela é causada pelos gases, então até que ele aprenda a soltá-los sozinho, vai sentir essas dores.

2 – Os gases fazem parte dos primeiros meses de vida e eles acontecem porque o sistema gastrointestinal ainda está em formação.

3 – O choro do seu filho pode ser por muitos motivos: fome, sono, dor e até saudade do colinho da mamãe. Portanto, observar a intensidade e as variações de tom e expressão dele é importante para saber o que está acontecendo.

4 – A criança não está dormindo direito? Muitas coisas podem afetar o sono, inclusive a cólica. Aconchegá-lo no seu colo com a barriguinha dele encostada na sua pode ajudar.

5 – As massagens também são aliadas e podem ajudar muito no alívio das dores abdominais. Elas devem ser feitas na barriga no sentido horário, da direita para a esquerda.

6 – Coloque seu filho em uma superfície plana, com a barriga para baixo. Levante-o suavemente com a mão na região do estômago, massageando gentilmente.

7 – Dobre as pernas do bebê sobre o abdome e faça movimentos como se ele estivesse pedalando.

8 – Dar um banho morninho é outra dica. O banho de balde tem tomado conta das UTI’s neonatais, creches e algumas mães já têm feito em casa. Além de acalmar o bebê, ele também ajuda a melhorar as cólicas.

9 – As mães compartilham muitas dúvidas sobre as dores abdominais. No facebook e em sites existem vários grupos de troca de experiências.

10 – Procure um especialista. Se o problema não melhorar, consulte o pediatra para ver se é o caso de usar medicação em gotas. Outra opção é considerar o que pode estar causando o excesso de gases e ver se você pode reduzir o problema a partir da raiz: sua alimentação, por exemplo.

Pais e Filhos

Showing 2 comments
  • natali moraes leite
    Responder

    Oie sou mãe de primeira viagem e eu tenho um filho q n dorme nem de dia e nem a tarde e nem a noite pq ele tem cólicas e ele já tem 6 meses e eu já dei de tdo só q n passa aí eu fk sem saber o q fazer alguém pd me dar uma dica…

    • Carinho a Cada Passo
      Responder

      Ei Natali, boa tarde! O ideal, nesse caso, sem dúvidas é procurar um especialista. Caso o pediatra dele não tenha resolvido até hoje, se for possível, tente buscar ajuda de um gastroenterologista. Ele é especialista no sistema digestivo e pode te ajudar a descobrir o que está acontecendo. Esperamos ter ajudado! 🙂

Deixe um comentário