Quando chega o décimo mês do ano, começa a mobilização das pessoas, os prédios públicos e monumentos são iluminados com a cor rosa e as ruas são tomadas por camisas da campanha, roupas no tom rosa e a conhecida fitinha que remete à prevenção contra o câncer de mama, o 2º que mais acomete mulheres no mundo todo.

Todo esse movimento é causado pelo conhecido “Outubro Rosa”, que surgiu na década de 1990, em Nova York, e hoje acontece no mundo inteiro jogando luz sobre o autocuidado feminino e ações para o combate do câncer de mama, que pode ser tratado com sucesso quando diagnosticado no início.

Por isso a importância do autoexame feminino frequente e das consultas aos especialistas para a realização da mamografia. Neste mês, em especial, o foco das autoridades, dos médicos e dos cidadãos é chamar a atenção para a luta mundial contra o câncer de mama. Durante todo o mês de outubro ações são criadas para ajudar no diagnóstico, como os mutirões de exames de mamografia e caminhadas para conscientização sobre o autoexame da mama.

Esse cuidado no mês de outubro é muito importante e deve ser levado para todos os dias da vida da mulher. Muitas vezes, devido aos muitos afazeres que a rotina de uma mulher impõe, acaba vivendo no “piloto automático” e não consegue se conhecer verdadeiramente e ter uma rotina de sucesso. E como poderíamos manter essa chama do Outubro Rosa presente em todos os dias da vida?

Conversamos com Flavia Motta, Coach especialista em bem-estar, analista comportamental e especialista em psicologia organizacional e gestão de pessoas, que também é fundadora do Instituto Viver o Bem-Estar, e vai te ajudar a responder essa pergunta.

1 – Como o Outubro Rosa contribui para o autocuidado feminino?
O Outubro Rosa tem um papel fundamental de conscientização sobre a importância da prevenção. Por mais que se tenha consciência sobre a necessidade de fazer os exames preventivos para diagnóstico precoce do câncer de mama, com a correria do dia a dia, entramos em um “piloto automático”, deixando sempre para depois. E o Outubro Rosa é um movimento essencial que nos ajuda a lembrar que não há nada mais primordial que a vida, por isso, precisamos nos cuidar agora.

2 – Qual a importância da mulher se cuidar, não só durante o mês de outubro, mas todos os dias da sua vida?
Cuidar de si é zelar pelo seu maior patrimônio: você. É um ato de amor e respeito com você e com quem você ama. Sim, com quem você ama também, pois somente quando você está bem é que você entrega o seu melhor para o outro. Você não entrega aquilo que não tem dentro de você. Você ama alguém?

Então, ame você, se cuide para poder estar na sua melhor versão para curtir sua família e todos os seus amados. E este cuidado é dia a dia, desde as pequenas coisas como ingerir uma quantidade adequada de água, manter uma alimentação saudável e garantir visitas de rotina ao seu médico para que ele possa lhe ajudar a cuidar da sua saúde.

3 – Como a mulher pode adquirir uma consciência sobre suas limitações e conseguir definir um “porque” para guiar suas ações e metas?
O estresse, a falta de tempo, a pressão no trabalho, o acúmulo de papéis que possui, são algumas das limitações que a mulher pode encontrar para não se cuidar. Para conseguir vencê-las e caminhar em busca das suas metas é necessário ter consciência do seu “porque”. Este “porque” é o seu propósito inabalável. Todas os nossos grandes ídolos ou personalidades que admiramos, para chegar onde chegaram tiveram inúmeras dificuldades, mas só conseguiram vencer porque tinham um propósito, tinham esse “porque”. Por que para você é importante ter saúde?

Por que você quer ver seus filhos crescerem? Por que você quer curtir mais a vida? Por que você tem alguém que depende de você? Porque você ama viver? É este “porque” que irá ajudá-la a ter uma rotina saudável, a dizer não ao que é gostoso, mas prejudica sua saúde. Cada um tem o seu “porque” e quando isso está claro e vivo dentro de você vai guiar suas ações e metas para que você tenha o sucesso que deseja independente da área.

4 – Quando a mulher se torna mãe ela passa por muitas transformações e a rotina é completamente mudada. Como reorganizar essa rotina pensando no seu bem-estar?
É muito importante a mulher compreender que a vida é composta por diversas áreas e a maternidade é também uma delas. Você ainda tem a área profissional, o relacionamento amoroso, a espiritualidade e a saúde e bem-estar. Para viver a sua melhor versão e assim, também ser uma mãe melhor, você precisa ter equilíbrio em todas essas áreas que compõem a sua vida.

Não adianta achar que ter uma dedicação exclusiva a maternidade é o melhor para a criança. A natureza é perfeita, se você observar, nela tudo ocorre de forma harmônica. Nós também somos seres naturais, quando não cumprimos o nosso papel em todas as áreas a natureza nos cobra e aí começam a aparecer as sensações de desconforto como problemas de saúde, falta de energia, depressão.

Para cuidar do seu bem-estar integral, a mulher precisa estar consciente da importância desse equilíbrio e planejar a sua rotina de forma que a atenção e o cuidado sejam distribuídos para todas as áreas.

5 – A mentalidade é um ponto importante que deve ser trabalhado para o autoconhecimento? Como posso começar a mudar a minha mentalidade?
Para começar a trabalhar sua mentalidade o primeiro passo é entender o que ela desencadeia. Seu corpo faz tudo que a sua mente determina. Se ela lhe diz que você não consegue crescer profissionalmente, você não cresce. Sabe por quê? Porque você passa a acreditar nisso e, dessa forma, têm ações que não são condizentes com o comportamento de uma pessoa que evolui profissionalmente.

Por exemplo, se você acredita que não é boa na sua função, com isso fixo na sua mente você desanima, se sente triste, amargurada. E, movida por estes sentimentos, que tipo de ação você terá? Você não tem energia para trabalhar com o seu maior potencial, não estuda para se desenvolver, não busca aprender mais e fazer coisas novas. Que resultado você colhe? Não cresce profissionalmente. Aquilo que está na sua mente lhe governa. Por isso a minha dica é: oriente e direcione sua mente para sempre pensar no lado positivo das coisas. Dessa forma você vai ver como sua vida vai mudar.

Flávia Motta é coach de bem-estar e emagrecimento. Especialista em psicologia organizacional e gestão de pessoas. Também é analista comportamental e fundadora do Instituto Viver o Bem-Estar.

Facebook: https://www.facebook.com/viverobemestar
Instagram: https://www.instagram.com/viverobemestar

 

Deixe um comentário