Bebês amamentados são mais inteligentes

    Mais um ótimo motivo para você amamentar seu filho. Uma pesquisa da Universidade do Oeste da Austrália mostrou que as crianças que foram amamentadas por, no mínimo, seis meses tiveram melhores resultados em testes de leitura, matemática e grafia comparados com crianças que mamaram por períodos mais curtos – especialmente os meninos!

    O estudo, publicado na revista científica Pediatrics, foi feito com 1.038 crianças. Elas foram observadas a partir da 18ª semana de gestação até os 10 anos de idade.

    “Os meninos se saíram ainda melhor do que as meninas nas provas porque, de acordo com o pesquisador, o leite compensa alguns hormônios femininos que ajudam a proteger o cérebro de meninas”, diz o coordenador da pesquisa Wendy Oddy, cientista do Instituto de Pesquisa de Saúde Infantil da Universidade.

    Outra possível explicação para os resultados melhores em meninos é que a amamentação tem um efeito positivo nas relações entre mãe e filho, facilitando a interação e, de forma indireta, o desenvolvimento cognitivo. Como os meninos dependeriam mais da atenção materna do que as meninas, os efeitos positivos dessa interação seriam mais evidentes neles.

    A relação entre amamentação e desenvolvimento cognitivo é atribuída aos nutrientes presentes no leite materno – principalmente ácidos graxos poli-insaturados -, que ajudam no crescimento de membranas celulares do cérebro e de neurônios.

    17 boas razões para amamentar

    Você sabe que amamentar é fundamental para a saúde do seu filho. Mas já parou para pensar em todos os benefícios que esse ato pode trazer para o bebê e para você? Confira!

    1. O leite materno é o alimento mais completo e equilibrado, pois atende a todas as necessidades de nutrientes e sais minerais da criança até os seis meses de idade;

    2. Fácil de ser digerido, provoca menos cólicas nos bebês;

    3. Colabora para a formação do sistema imunológico da criança, previne alergias, obesidade, intolerância ao glúten;

    4. Contém uma molécula chamada PSTI, que é responsável por proteger e reparar o intestino delicado dos recém-nascidos;

    5. O momento da amamentação aumenta o vínculo entre mãe e filho e colabora para que a criança se relacione melhor com outras pessoas;

    6. Previne a anemia;

    7. A sucção ajuda no desenvolvimento da arcada dentária do bebê;

    8. Amamentar por mais de seis meses faz bem à saúde mental da infância à adolescência, segundo estudo coordenado pela Universidade do Oeste da Austrália. De acordo com os pesquisadores, substâncias presentes no leite (como a leptina) ajudam a combater o estresse. O contato e o vínculo entre mãe e filho promovido pelo aleitamento também têm um efeito positivo no desenvolvimento psicológico da criança.

    9. Quando o ômega 3 está presente no leite materno, o que varia de mulher para mulher de acordo com sua alimentação, ele ajuda no desenvolvimento e crescimento dos prematuros nos primeiros meses de vida;

    10. Ajuda no desprendimento da placenta, contribuindo para a volta do útero ao tamanho normal. Com isso, também evita o sangramento excessivo e, consequentemente, que a mãe sofra de anemia;

    11. Protege a mãe contra o câncer de mama e de ovário;

    12. Estudo publicado na American Journal of Obstetrics revela que a amamentação reduz o risco de a mulher desenvolver síndrome metabólica (doenças cardíacas e diabetes) após a gravidez, inclusive para aquela que teve diabetes gestacional;

    13. A amamentação dá às mães as sensações de bem-estar, de realização e também ajuda a emagrecer, pois consome até 800 calorias por dia (mas dá uma fome…);

    14. É de graça, natural, prático e não desperdiça recursos naturais;

    15. Está sempre pronto para ser transportado e ingerido (não precisa nem aquecer).

    16. Pode ajudar seu filho a ter melhor desempenho nos estudos e aumentar a chance de ele frequentar uma faculdade, segundo uma pesquisa norte-americana. Eles analisaram o desempenho escolar de 126 irmãos de 59 famílias. O resultado sugeriu que aquele que recebeu um mês a mais de leite materno apresentou aumento de 0,019 pontos na média de pontuação no ensino médio e aumento de 0,014 na probabilidade de cursar o ensino superior.

    17. Protege a mãe contra doenças cardiovasculares, segundo estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos. Para a pesquisa, foram analisadas 140 mil mulheres no período pós-menopausa, ou seja, com média de 63 anos, e o resultado mostrou que aquelas que amamentaram por mais de um ano tiveram 10% menos risco de sofrer com essas doenças, se comparado com aquelas que nunca amamentaram.

    Parabéns às mamães que conseguem amamentar!