Curta as férias do seu pimpolho junto com ele

    Se não tiver tempo para sair ou não quiser gastar muito, use a criatividade para brincar em casa. O importante é estar junto, curtindo as férias!

    Com a chegada das férias escolares, a palavra de ordem é: brincar! Para os pais que trabalham fora e não tiram férias junto com os pequenos, pode parecer tarefa difícil participar da diversão e logo surge a pergunta crucial: o que fazer com os filhos em casa?

    Nessa hora, vale inventar e brincar de ser criança junto com eles. Mesmo na correria do dia a dia, é importante aproveitar todo tempinho livre para compartilhar momentos de lazer com o filho.

    Segundo a pedagoga Juliana Poltronieri, em entrevista para o jornal A Gazeta, essa deve ser uma preocupação recorrente dos pais. Afinal, o recesso é, entre outras coisas, o período fundamental para que a criança relaxe da rotina escolar. “É importantíssimo brincar nas férias, aproveitar ao máximo esse período. A criança precisa disso para desestressar. Se os pais não têm tempo para levar os filhos em parques ou à praia, vale ser criativo e inventar algo legal em casa”, sugere.

    Ideias simples e educativas

    Por isso, além do pique que precisa ser multiplicado para extravasar aquela energia sem fim, a imaginação também tem que se desdobrar, criando passatempos para os dias de chuva, para os dias sem dinheiro e para os dias sem tempo. Uma dica bacana é escolher brincadeiras ideais para o desenvolvimento do pimpolho, como atividades que treinem o raciocínio, a memória e a atenção de forma divertida, e, além disso, fortalecem os laços afetivos entre pais e filhos.

    “O jogo de tabuleiro requer mais tempo para brincar, mas se você tem esse tempo, brinque. É relaxante para os dois, assim como uma boa leitura, um filme bem selecionado. Pais e filhos que se divertem juntos, geram prazer para os dois lados”, ressalta Juliana.

    Não faz ideia do que propor? Lembre-se da sua infância e das atividades que mais gostava de fazer. E mais: a especialista afirma que o período de férias não deve ser tratado como sinônimo de gastar dinheiro. Afinal, uma cabana feita em casa, por exemplo, não custa mais do que alguns minutos para suspender um lençol. “Resgate brincadeiras antigas, que a gente curtia sem gastar. O importante é aproveitar”, completa a pedagoga.

    Confira abaixo algumas ideias que separamos e já programe as suas favoritas para os próximos dias!

    Dicas para otimizar as férias do pimpolho

    Evite eletrônicos – Evite programas que envolvam computador ou videogame, pois os pequenos já passam tempo demais sem se desconectar. E afinal, uma hora o visor já entra em cena mesmo, em um filme, por exemplo.

    Opções fáceis de brincadeiras – Convide os coleguinhas para uma noite do pijama, brinque de mímica, de teatro ou monte uma cabana com lençol. Dance no meio da sala. Brinque com bolinhas de sabão, procure desenhos nas nuvens, faça um piquenique de bonecas.

    Sem gastar muito – Há uma lista enorme de brincadeiras que não demandam gastar dinheiro. É claro que há um lanche no shopping, por exemplo. Mas jogar bola, passear no parque e andar de bicicleta são de graça.

    Criança na cozinha – Estimule os pequenos a participar do preparo de alimentos que eles tenham condições de auxiliar, como pratos de frutas divertidos e coloridos.

    Se sujar sem bronca – Separe um dia para os filhos se sujarem sem culpa: Fazer carimbo da mãozinha com tintas coloridas em uma cartolina ou camisa velha; dar banho no cachorro (a farra vai render muitas risadas, mas é importante saber se o cachorro não vai se assustar com a festa); tomar banho de mangueira no quintal.

    Educativos – Separe um momento para uma leitura na rede; peça para ele escrever uma história ou ditar enquanto você escreve. No final, leia como ficou e guarde.

    Momento dos jogos – Dominó, jogos de tabuleiro, jogo da velha, adedonha, todas essas brincadeiras estimulam a memória e a inteligência dos pequenos;

    Programa cultural – Dê uma olhada na programação cultural da sua cidade (teatro infantil, cinema) e deixe seu filho escolher.

    [sharethis-inline-buttons]