Dificuldade na escola: e agora?

    Que pai não tem dúvidas quando se depara com algum tipo de problema com seu pimpolho na escolinha? Manter a calma e contar com a ajuda da equipe pedagógica é o melhor caminho a seguir.

    No início do ano letivo, ocorrem muitas mudanças para os nossos pimpolhos, e para nós também não é mesmo? As crianças trocam de turma, de professores, fazem novas amizades e essas mudanças vêm carregadas de expectativas, além de significar uma nova etapa no seu desenvolvimento.

    A área da educação nem sempre é cercada somente por sucessos e aprovações. Imagine a surpresa para alguns pais quando são chamados na escola e são informados que seu filho apresenta “problemas de aprendizagem”, ou que não está conseguindo acompanhar a turma. Esta informação pode alterar a dinâmica familiar, gerando preocupação e insegurança a respeito do futuro desta criança.

    Muitas vezes, no decorrer do ensino, nos deparamos com problemas que deixam os alunos paralisados diante do processo de aprendizagem. É importante que todos os envolvidos no processo educativo estejam atentos a essas dificuldades, observando se são momentâneas ou se persistem há algum tempo.

    Algumas dificuldades podem ser causadas por fatores orgânicos (déficits, transtornos, até quadros de baixa auditiva e visual) e muitas vezes emocionais (um trauma emocional sofrido ou vivenciado pela criança) e é muito importante que sejam investigadas por profissionais especializados em crianças para auxiliar no desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem.

    Conhecendo melhor a dificuldade da criança é possível que a escola auxilie o seu processo de aprendizagem, tornando as aulas mais motivadas e dinâmicas, dando-lhe a oportunidade de descobrir suas potencialidades.

    Um forte abraço e até a próxima.

    [sharethis-inline-buttons]