Diversão em família nas férias de inverno

    As férias de inverno estão chegando e com elas uma certa preocupação dos pais, pois o clima frio e chuvoso geralmente não permite atividades ao ar livre. Mas, nem por isso as crianças devem deixar de se divertir! Confira algumas atividades que podem ser realizadas dentro de casa e aproveite para se divertir com seus filhos:

    Brincadeiras

    Acredite, você não precisa investir em brinquedos caríssimos para entreter a criançada: artigos do cotidiano podem se tornar grandes invenções e render muitas brincadeiras. Um simples cobertor apoaido em cadeiras, por exemplo, pode se tornar uma excelente cabana e servir de cenário para aventuras de índios, acampamentos ou até náufragos em uma ilha deserta. O segredo é inventar uma história divertida, que alimente a imaginação dos pequenos, e curtir a brincadeira com eles!

    Seguem mais algumas ideias para você se inspirar:

    Objeto Secreto: Coloque dentro de uma sacola escura e grossa um objeto de sua casa. Seu filho tem que descobrir o que é apenas apalpando, sem ver. Ao mesmo tempo, você também tenta descobrir o que ele escondeu em outra sacola para você. Quem falar o objeto certo primeiro ganha.

    Caça ao tesouro: Depois que as crianças dormirem, esconda um “tesouro”, pode ser um brinquedo, doces, um livrinho e espalhe pistas por lugares estratégicos da casa. No dia seguinte é só anunciar as regras. A criançada vai adorar a surpresa e esta aventura ainda ajuda a desenvolver o raciocínio e estimula a imaginação.

    Feira: O primeiro diz “Eu fui à feira e comprei…” e fala um item comprado. O próximo tem que repetir o objeto e acrescentar mais alguma coisa. A roda segue e o terceiro tem que dizer, na ordem, os dois itens anteriores e acrescentar mais um e assim sucessivamente, até que alguém não consiga lembrar de todos os itens na ordem certa. Quem errar primeiro perde.

    Memória: Escolha 10 objetos de sua casa. Enquanto seu filho fica de costas, você os coloca em uma sequência, em linha. Ele vira e pode olhar os objetos por um minuto, tentando memorizar a ordem em que estão. Depois disso, ele fica de costas novamente e você retira um objeto ou troca dois de lugar. O objetivo é que ele descubra a mudança realizada. Se a brincadeira for realizada em grupo, quem descobrir primeiro a mudança feita ganha e é quem vai escolher os próximos 10 objetos para continuar a brincadeira.

    Músicas: Um dos participantes da brincadeira escolhe uma palavra aleatoriamente e os outros, um de cada vez, têm que cantar uma música com ela. A brincadeira prossegue até que alguém não consiga mais se lembrar de nenhuma canção com a palavra escolhida. Essa pessoa, então, é quem dita a próxima palavra para os outros cantarem.

    Mímica: Essa brincadeira é ideal para quando seu filho quiser reunir os amiguinhos em casa. Separe um relógio com cronômetro, papel e caneta para somar os pontos. Escreva algumas palavras em pequenos pedaços de papel. Podem ser animais, personalidades, lugares, ações, objetos, filmes, marcas, etc. Após escrever, coloque todos os papéis em um saco plástico para o sorteio. Divida o grupo em 2 equipes. Alternadamente as equipes mandam um de seus jogadores para sortear a palavra para fazer a mímica. O jogador terá no máximo 45 segundos cronometrados para isso. O jogador que faz a mímica não pode falar nada, apenas usar o próprio corpo, enquanto seus colegas tentam acertar a palavra. A equipe que acertar recebe 1 ponto. No final, a equipe que tiver o maior número de pontos ganha.

    Aproveite também para relembrar as brincadeiras de sua infância (passa-anel, 5 marias, stop, etc) e compartilhar ótimos momentos com as crianças. Agora, se a energia de seus filhos for maior que sua criatividade, vale recorrer a livros especializados em brincadeiras, como por exemplo: “Brincadeiras Criativas Para o Seu Filho”, de Christopher Clouder e Janni Nicol, Publifolha, 128 págs.; “1000 Jogos Para Seus Filhos – 6 a 12 anos”, Seleções do Reader´s Digest, 352 págs. E, para os pequeninos: “125 Brincadeiras para Estimular o Cérebro do seu Bebê”, de Jackie Silberg, ed. Ground, 142 págs.

    Hospital de Brinquedos

    Hospital de Brinquedos

    A ideia é separar brinquedos e objetos que precisem de reparos e montar uma mini-oficina de consertos com as crianças. Use a criatividade para substituir, trocar e montar peças. O intuito não é recuperar integralmente os brinquedos, mas participar de uma atividade cheia de possibilidades. Vocês podem montar brinquedos engraçados aproveitando peças de outros objetos.

    Essa atividade, além de entreter, ainda transmite uma cultura de preservação e reciclagem.

    Massinha de Modelar

    Massinha de modelar

    Que tal convidar os pequenos para fazer massinha de modelar caseira?! A receita você encontra no meu blog (http://coisasdamaura.blogspot.com.br/ 2012/06/coisinhas-receita-de-massinha-de.html). Depois é só, literalmente, botar a mão na massa e se divertir criando muitas formas!

    Ciclo de Filmes

    Cinema em familia

    O friozinho é mais do que convidativo para assistir a um filminho debaixo das cobertas. Durante as férias, a família pode promover um ciclo cinematográfico, em casa mesmo. Cada um escolhe um filme, todos se comprometem em assisti-los. Cortinas fechadas, almofadas no chão e volume da TV ligeiramente mais alto que o normal já mudam toda a atmosfera do ambiente e transformam a sessão da tarde em sessão de cinema. A programação pode, inclusive, ser organizada em um cartaz confeccionado em conjunto pelos pais e filhos. Ah! Não esqueça da pipoca!

    Culinária

    Culinaria

    Crianças adoram ir para a cozinha. Aproveite para para fazer um bolo ou uma sobremesa com os pequenos. Peça, por exemplo, para eles separarem ingredientes ou misturarem. A bagunça é inevitável, mas a diversão é garantida!

    Viagem ao passado

    Album de fotos

    Outra boa pedida é mostrar às crianças fotos delas mesmas de quando eram bebês. Elas podem estranhar no começo, mas logo vão se envolver e querer ouvir causos sobre a sua chegada ao mundo. Essa atividade pode render horas de muitas risadas e boas recordações!

    Leitura

    Leitura

    Não é porque as crianças estão de férias que devem ficar longe dos livros, até mesmo porque leitura deve ser sinônimo de prazer e não de obrigação! Lembre-se: quanto mais cedo as crianças descobrirem isso, mais experiências literárias incríveis terão ao longo da vida! Aproveite para fazer um passeio a um boa livraria e estimule os pequenos a
    escolherem seus livrinhos.

    Divirtam-se!