Diversão em Francês

    Inspirado na obra homônima de Jean-Jacques Sempé e René Goscinny, “O
    Pequeno Nicolau” retrata com sensibilidade o universo infantil. Divertido para as crianças e nostálgico para qualquer espectador adulto, o filme conta a história de um menino cercado de amigos e de cuidados dos pais.

    Aliás, cada amigo de Nicolau tem uma característica à parte – tem o
    gordinho que adora comer, o que odeia estudar, o que adora estudar. Todos
    vivem uma infância plena – com brincadeiras ao ar livre, clube só para meninos
    e planos mirabolantes – tanto é que Nicolau desejava não crescer nunca.

    Mas tudo começa a se complicar quando o personagem principal chega à
    conclusão de que ganhará um irmãozinho e que, por conta do novo membro da
    família, seus pais não precisariam mais dele e o abandonariam na floresta –
    imaginação de criança vai longe. A partir de então, ele e seus amigos traçam
    um plano para que seus pais mudem de opinião tentando mostrar como
    o menino é indispensável em casa. Não vou aqui entrar em mais detalhes
    para não revelar demais o roteiro, só posso dizer que é confusão em cima de
    confusão.

    Cheio de personagens carismáticos, bela fotografia num estilo cubista
    multicolorido, bem francês mesmo, “O pequeno Nicolau” vai garantir boas
    risadas para pais e filhos e mostrar às crianças como é divertido brincar ao ar
    livre, fora do circuito internet, vídeo game, TV. Bacana também para fazê-las
    refletir sobre o valor da amizade e sobre como pode ser divertida a chegada de
    um novo irmãozinho.

    O filme foi lançado no Brasil em cópias dubladas e legendadas e já está
    disponível em DVD. Ótimo programa para o fim de semana.