Gravidez: inchaço é normal, mas pode ser evitado

    Essa é para as mamães que ainda estão grávidas: você se sente mais inchada? Se a resposta for sim, não precisa se preocupar. Inchaço durante a gestação é normal.

    Essa é para as mamães que ainda estão grávidas: você se sente mais inchada? Se a resposta for sim, não precisa se preocupar. Inchaço durante a gestação é normal. No entanto, existem alguns cuidados que ajudam a minimizá-lo.

    “Exercícios leves são ótimos, principalmente na água, onde não há risco de queda”, afirmou o ginecologista da Criogênesis e especialista em reprodução humana, Renato de Oliveira, em entrevista ao jornal A Gazeta.

    Manter as pernas elevadas, usar meias de compressão e tomar bastante água são outros hábitos que a grávida deve adotar neste período.

    Segundo ele, o problema atinge a maioria das grávidas a partir da 14ª ou 15ª semana, mas entre a 20ª e a 25ª semana, ele fica mais evidente. “Isso acontece porque há um aumento fisiológico de cerca de 30% a 45% de fluidos no organismo da gestante. Além disso, à medida que o útero cresce, ele pressiona os vasos e dificulta a circulação, principalmente nas pernas”, explica.

    gravidez_inchaco_e_normal_mas_pode_ser_evitado_2Colocar os pés para cima ajuda a reduzir o desconforto

    Embora o inchaço seja normal, de acordo com o ginecologista, é importante que a grávida passe por uma avaliação médica para garantir que não há nada de errado. “Há um inchaço que está relacionado a doenças hipertensivas da gravidez, como eclampsia e pré-eclampsia”, alertou.

    Confira algumas dicas contra o inchaço:

    • Evite comer frituras, sal e doce em excesso, pois eles favorecem a retenção de líquidos. É bom manter a distância de alimentos prontos, congelados e embutidos, além dos que são ricos em sódio, como pizzas, pois ele eleva a pressão arterial.

    • Nada de ficar parada! É importante movimentar-se para facilitar a circulação sanguínea. Uma dica é praticar atividades físicas com pouco impacto, como hidroginástica e caminhada.

    • Beber água também ajuda a melhorar a circulação do sangue. O ideal é beber de 2 a 3 litros de água por dia. O líquido também acelera o funcionamento dos rins, eliminando a água do corpo e o inchaço.

    • Fique de pernas pro ar! Descansar com as pernas elevadas a 45° é mais uma forma de melhorar a circulação sanguínea. O ideal é fazer isso duas vezes ao dia por, no mínimo, 30 minutos. Dê preferência à noite, quando o inchaço é maior. Você pode colocar um travesseiro debaixo do lençol para dormir com as pernas mais altas.

    • Falando nisso, quanto mais relaxada você estiver, melhor a noite de sono e menor a chance de problemas.

    • Consulte seu médico para que ele indique qual a melhor meia de compressão para você e se há a possibilidade de fazer drenagem linfática.