Higienização: oito dicas para proteger o pé do seu filho

    Falamos anteriormente aqui no blog sobre o cuidado na hora de encontrar o tamanho ideal de sapatinho para nossos pimpolhos e evitar que o calçado machuque os pezinhos deles. Agora, vamos falar de outro cuidado que é tão ou mais importante do que esse: a higienização dos pés.

    Higienização: oito dicas para proteger o pé do seu filho

    Falamos anteriormente aqui no blog sobre o cuidado na hora de encontrar o tamanho ideal de sapatinho para nossos pimpolhos e evitar que o calçado machuque os pezinhos deles. Agora, vamos falar de outro cuidado que é tão ou mais importante do que esse: a higienização dos pés.

    Infelizmente, nem todo mundo dá a atenção que os pezinhos dos nossos bebês merecem. Mas a verdade é que a limpeza deve começar por eles.

    Que tal anotar as dicas abaixo e garantir a saúde do seu pequeno?

    DEIXE-O DESCALÇO
    Se o seu filho já está maiorzinho, não há problema em deixá-lo andar descalço em alguns momentos. O ideal é evitar pisos úmidos, já que fungos e bactérias se proliferam melhor nessas condições – e são eles os responsáveis por micoses e frieiras, por exemplo.


    E
    SCOLHA CALÇADOS MAIS AREJADOS
    É claro que temos que ficar atentos a dias com temperaturas mais baixas, mas calçados abertinhos são, em geral, a melhor opção. Os pés também precisam respirar, e mantê-los por muito tempo abafados em sapatos fechados, como o tênis da escola, pode aumentar a chance de micoses e infecções.

    Para facilitar essas questões e levar muito frescor aos pezinhos que tanto amamos, a Pimpolho lançou uma supernovidade em sua nova coleção. São os modelinhos arejados da linha Colorê, que chegaram para facilitar os dias das princesas e dos pimpolhos. Bem cheirosos, disponíveis em tamanhos de 16 a 27 e à venda em nossa loja virtual.Tênis Colorê Pimpolho


    TROQUE A MEIA VÁRIAS VEZES
    Essa dica vale tanto para crianças maiores, quanto para os bebês. Quando os pimpolhos são bem novinhos, nem sempre dá para deixá-los descalços, já que eles possuem má circulação e, por isso, sentem mais frio nas extremidades, como mãos e pés.

    Assim, o ideal é trocar as meinhas sempre que utilizadas por muito tempo ou, também no caso dos mais velhos, quando os pezinhos suarem. Vale lembrar que as meias de algodão são ótimas, pois absorvem melhor o suor do que outros materiais.


    NÃO REPITA O MESMO SAPATO
    Usar o mesmo sapato todos os dias pode causar chulé. Sim! Esses pezinhos fofos e gordinhos podem ter chulé! O ideal é variar entre um calçado e outro, deixando o que não for utilizado naquele dia arejar – de preferência em um cômodo aberto e pegando sol.


    LAVE OS PÉS E SEQUE MUITO BEM
    Água e sabão: essa dupla é indispensável! Mas tem um terceiro personagem que não pode ficar de fora da brincadeira: a toalha. Tão importante quanto lavar bem os pés do seu bebê e ensiná-lo a fazer o mesmo quando crescer, é secar bastante o pezinho do pequeno com uma toalha limpa. Não se esqueça do espaço entre os dedinhos, pois como já falamos aqui, a umidade é uma das vilãs causadoras de micoses e chulé.


    USE TALCO ANTISSÉPTICO
    Talco ou polvilho, o pozinho antisséptico é uma boa ajuda na hora de combater a proliferação de fungos, já que ele auxilia na diminuição da umidade. Vale a pena espalhar um pouquinho nos calçados fechados antes do uso para mantê-los mais secos. Após o uso, você também pode utilizá-lo no sapato e deixar o par arejando por pelo menos 6 horas.


    LIMPE O SAPATO APÓS O USO
    Para quem tem pimpolhos maiores, que correm o tempo todo por aí, outra dica é limpar os sapatos logo após o uso. Você pode molhar um algodão com vinagre ou água sanitária e higienizar a parte interior do calçado, deixando-o arejar por dois dias.


    NÃO SE ESQUEÇA DAS UNHAS
    A nossa última dica de hoje é: mantenha as unhas do seu filho curtas, mas não corte demais! O corte no “sabugo” pode deixá-las desprotegidas e mais suscetíveis à ação de fungos e bactérias. É muito importante lembrar de secá-las após o banho.

    Se o seu filho apresentar chulé ou micoses mesmo depois de você começar a praticar essas dicas, procure um pediatra. Ninguém melhor do que ele para indicar o cuidado mais adequado para o seu filho permanecer saudável. <3