Nove dicas para seu filho comer melhor

    A hora das refeições virou uma guerra? A nutricionista Andreia Friques ensina como fazer seu pimpolho comer bem.

    Na sua casa, a hora das refeições é sempre uma “guerra”? Então você vai gostar das soluções da nutricionista Andreia Friques… Ela separou nove dicas infalíveis para você colocar em prática e levantar a bandeira da paz na hora do almoço e do jantar em família.
    Confira!

    1. COMECE COM O QUE ELE GOSTA
    A partir de 2 ou 3 anos, as recusas são mais frequentes e o “eu não quero” vira hit nas refeições. Esse comportamento é normal, mas deve ser considerado como parte de um processo de aprendizagem e não algo que vá determinar o paladar dele. Então, comece pelo o que seu filho mais gosta, nem que essa lista tenha apenas 7 alimentos. Monte o prato, por exemplo, com cenoura ralada, arroz e frango, e ponha na mesa uma outra verdura ou legume, como a beterraba. Dali a 3 dias, misture à cenoura um pouco de beterraba. Progressivamente, você acrescenta um novo alimento.

    2. ESTABELEÇA UMA ROTINA
    Não, a ideia não é burocratizar as refeições. Mas ter horários ajuda por muitos motivos. Um deles é primordial: evita que seu filho passe o dia todo beliscando. Se você não tem uma pessoa que ajuda na cozinha, adiante alguns preparos no fim de semana, como limpar e cortar folhas e legumes.

    3. TENTE NOVAS COMBINAÇÕES
    Variedade é a palavra. Para colorir o arroz, cozinhe-o com beterraba ou abobrinha. O filé de frango do almoço pode ser servido desfiado com milho e chuchu no jantar.

    4. DEIXE FRUTAS À MÃO
    Fique na altura do seu filho e veja se você consegue pegar as frutas que estão guardadas. Se não alcançar, ou mude a fruteira de lugar ou deixe algumas unidades em um lugar de fácil acesso. Ver desperta o interesse.

    5. EXPLORE A CURIOSIDADE DELE
    Toda criança é um pouco curiosa e gosta de experiências. Combinem de comprar uma fruta nova por semana e experimentá-la de vários jeitos: suco, cortadinha, com outra fruta, no forno, etc. .

    6. INSPIRE-SE NOS DESENHOS
    Diga que o personagem preferido do seu filho adora comer frutas, legumes, vegetais.

    7. CONVIDE-O PARA AJUDAR
    Chame-o para fazer compras, peça ajuda para preparar a comida, etc.

    8. PREPARE REFEIÇÕES ESPECIAIS
    Que tal um jantar de gala? Ou um café da manhã no quintal de casa? Quebrar a rotina pode funcionar como um estímulo também.

    9. EXPLIQUE OS BENEFÍCIOS
    Diga: laranja ajuda a não ficar gripado, banana evita dores nas pernas, mamão facilita o cocô sair sem doer o bumbum, cenoura ajuda a enxergar bem, etc. (Revista Crescer)

    Dicas publicadas na fã page da autora.