O chocolate na gestação

    De vez em quando bate aquela dúvida nas mamães: pode comer chocolate durante a gravidez? A Mariana Melo teve uma experiência bem fofa e conta pra gente hoje!

    Assim que eu descobri que estava grávida percebi que uma das principais mudanças durante a gestação seria com a alimentação.

    Eu nunca fui totalmente light, mas sempre tentei ter me alimentar de forma mais equilibrada. Não sou fã de refrigerante. Açúcar e adoçante em sucos nem pensar! Fritura raramente e embutidos não são prioridades. Sou fã de saladas, amo carnes brancas, frango e peixes, e adoro aquelas comidinhas leves. Mas o meu maior pecado é o chocolate! Esse eu não consigo largar. Parece que já faz parte de mim, rs…

    E durante a gravidez, isso me preocupou e ainda preocupa. Ouvimos muito sobre o diabetes gestacional e também sobre os males do chocolate na amamentação, como as fortes cólicas nos nossos bebês.

    Mas aos oito meses (início do nono), posso afirmar que o chocolate foi e é um elo muito forte entre eu e minha princesa. Pode ser coincidência ou impressão, mas basta comer um chocolatezinho que a filhota fica toda animada dentro da minha barriga.

    Tudo começou quando fizemos um ultrassom para descobrir o sexo do bebê. Eu tinha escutado de algumas pessoas e lido na internet que antes do exame era bom comer um pedacinho de chocolate que o neném ficaria agitado e com isso a ultrassom seria mais inesquecível! Dito e feito! A princesa ficou serelepe e era lindo vê-la se mexendo! Emocionante. Tínhamos vivido essa experiência no exame da Translucência Nucal (TN), mas tanto o papai quanto eu, ainda inexperientes no exame, não associamos a animação dela com o chocolate.

    Mas depois da ultra do sexo, passei a comer mais chocolates nos outros exames e ela sempre correspondeu! Animada e apaixonante. Até que um dia eu vi um vídeo de uma propaganda de um chocolate espanhol que retratava exatamente aquilo que eu estava passando: a mamãe comendo o chocolate e em seguida seu bebê correspondendo no exame. Foi lindo e eu amei!

    Claro que tenho a consciência de que temos de nos alimentar bem, pois nossos filhos estão em nossos ventres e tudo que comemos chega até eles. Mas até hoje, com 37 semanas, minha pequena Victória se anima na barriga quando a mamãe chocólatra aqui come um pedacinho de chocolate.

    Agora, após sua chegada, vamos iniciar uma nova fase sobre o chocolate e a amamentação, já torcendo para tudo dar certo!

    Até a próxima!