Parto e pós-parto: e quando nem tudo sai como o planejado?

    Muitas expectativas são criadas com a gravidez. Entretanto, nem sempre as coisas saem como se espera. Letícia Moura conta sua experiência pra gente!

    Olá! Meu nome é Leticia Moura, sou empresária e mamãe da Isabelle, de 1 ano e 11 meses. Moro em São Paulo, sou mãe de primeira viagem e a partir de hoje vou compartilhar nossa história com vocês!

    Minha gravidez foi saudável e acompanhada desde o início. Não tive nenhum problema durante toda a gestação. Porém, não pude ter parto natural, então marcamos a cesariana com 40 semanas, já que a minha princesa não queria nascer.

    Eu estava ansiosa, um pressentimento ruim passou pela minha cabeça, mas meu marido me apoiou e disse que nada de mal aconteceria, que ficaria tudo bem. Já na sala de parto, após tomar a anestesia, senti a pior dor que já tive em toda a minha vida, e me veio uma falta de ar.

    Depois disso, apaguei. Acordei entubada na UTI, sem saber o que estava acontecendo. Pouco depois, minha mãe com cara de choro me contou: eu havia tido convulsões seguidas e uma parada cardíaca.

    Foi tudo muito difícil. Fiquei três dias na UTI e Isabelle no berçário. Graças a Deus nós duas saímos bem e ela muito saudável. Foi muito triste ter perdido esse momento único e tão especial que é a primeira vez que a mãe vê e sente o seu filho após o nascimento.

    Acho que esse é o momento mais bonito e importante da vida de uma mulher, embora não tenha tido essa oportunidade. Mas o importante é que hoje minha princesa está aqui comigo e posso cuidar de um anjo.

    Por isso, minha dica para outras mamães é ter força e confiança, e independente de como seja o parto, se você pôde ou não amamentar – por mais que desejasse muito. O importante é que muitos outros momentos virão e eles sempre nos proporcionarão as maiores alegrias.

    Até a próxima!