Quando nasce um pai

    Se você está prestes a ser pai, deve estar cheio de dúvidas e, por que não, receios. Com nosso colunista Ronaldo Gentil não foi diferente, mas depois que o bebê nasce, ele garante: "quando você se dá conta do que é ser pai, da responsabilidade e da chance de um amor inexplicável, não tem coisa melhor".

    Adorei passar esses meses dividindo com vocês um pouco da minha história com Antonella. Acho que o que mais queria passar é que a vida é assim, cheia de coisas boas, desafios, decepções, mas quando nasce o pai, quando você se dá conta do que é ser pai, da responsabilidade e da chance de um amor inexplicável,não tem coisa melhor.

    Cada um tem um jeito de pensar, de viver. Mas, se você está prestes a ser pai, curta! O resto, tudo se ajeita. Não perca a chance de acompanhar cada sorriso, cada passo, cada aprendizado. Dê para o seu filho o que mais importa, seu tempo, seu amor e seu exemplo.

    Antonella nunca ficou doente, nem febre teve. Já sabe contar até 10, a diferença entre os sons, pegar onda, ser carinhosa, conversar e ouvir. Acima de tudo, sabe que pode contar comigo.

    Se eu pudesse escolher um futuro para ela, seria com saúde e felicidade! Desejo que ela tenha paciência nesse mundo cada vez mais acelerado, e que ela tenha coragem para seguir seus desejos e sonhos, sem se limitar sobre o que os outros pensam ou podem pensar dela.

    Não existe nada fácil nessa vida, minha filha! Mas, seja o que tiver que enfrentar nesse mundo, seja você mesma! E lembre-se que papai te ama e ama a transformação que você fez em mim.

    Até a próxima!